A reinvenção da Microsoft

Mais um ponto para a Microsoft. Lançado no final de outubro, o Surface Book, híbrido de tablet e notebook da companhia, surpreendeu a crítica especializada com seu alto desempenho e design inovador.

Microsoft Surface Book

O novo 2-em-1 da Microsoft não é barato (US$ 1.499), mas a empresa garante que o hardware do Surface Book oferece uma performance duas vezes maior que o do MacBook Pro 13′ (US$ 1.299), seu concorrente direto.

O motor do Surface é o processador Intel Skylake i7, versão superior ao i5 de quarta geração do MacBook. Traduzindo em miúdos, o Surface tem potência de sobra para rodar tarefas que exigem alta capacidade de hardware, como edição de vídeos e renderização de gráficos 3D.

Em termos de memória RAM, o Surface tem um dispositivo de 16 GB que armazena 1 TB de disco de estado sólido, ao contrário do MacBook, que oferece até 512 GB de SSD. Mas a cereja do bolo do Surface é a placa de vídeo GDDR5 Nvidia GeForce, superior ao Intel Iris 6100 do Macbook. Para extrair o máximo desempenho do chip gráfico, a Microsoft convocou sua equipe do Xbox. O notebook foi feito para atuação corporativa, mas é possível rodar alguns jogos pesados sem a configuração cheia.

O design também agradou muito. Assim como o MacBook, o Surface é feito de ligas de magnésio, mas o note da Microsoft vem com dobradiças que se movem junto com a tela.

Usando como tablet, a tela de 13 polegadas do Surface é grande e relativamente pesada (0,8 kg). Assim, ler ou assistir a um filme no Surface fica mais confortável quando ele está no colo.

O sistema operacional Windows 10 também foi um grande acerto da Microsoft. Além da volta do menu Iniciar, o sistema oferece mais interação entre plataformas e ainda pode ser baixado de graça.

Depois de alguns anos patinando com produtos que não agradaram (Windows Phone e o Windows 8), a Microsoft ressurge no mercado ao se revelar um inovador fabricante de hardware. A aposta no segmento 2-em-1 (tablet e notebook) trouxe ao mundo a linha Surface, e leva os concorrentes Apple e Lenovo a correr atrás do desenvolvimento de modelos próprios.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s